Relatório de resultados da pesquisa sobre garantia de direitos de crianças e adolescentes

Atualizado: 11 de jan.



A Fábrica de Cultura, Organização da Sociedade Civil de Gravatá, em parceria com o Conselho da Criança, o COMDICA, tem a honra de apresentar a toda população gravataense os resultados do diagnóstico sobre os direitos fundamentais da criança e do adolescente. O resultado deste diagnóstico é fruto de um projeto, via fundo da criança, aprovado pelo Itaú social, no ano de 2020 e aplicado em janeiro a outubro de 2021.


Durante o ano de 2021, 20 adolescentes bolsistas estudaram o ECA, pensaram perguntas para o diagnóstico e aplicaram questionários e grupos focais em escolas públicas e OSC’s de Gravatá. A partir deste trabalho, que culminou em diversos debates e visitas em setores que compõe o Sistema de Garantia de Direitos, surge um documento base para se pensar as políticas da infância e da adolescência, para que organizações se baseiam em propostas mais concretas sobre o que crianças e adolescentes necessitam. O diferencial deste documento é sua composição, uma vez que foi feito de forma compartilhada entre adolescentes, ouvindo outros adolescentes, crianças e seus familiares.


O município de Gravatá ganha um presente com o documento finalizado e compartilhado entre à rede de garantia de direitos. É a partir de um diagnóstico que é possível pensar ações, projetos e políticas públicas mais efetivas. As informações coletadas servirão para à Educação, Assistência Social, Saúde, Ministério Público, entre outras secretarias de Gravatá.


Nos 31 anos do ECA, entregar um diagnóstico sobre direitos fundamentais é, sem dúvidas, reafirmar o compromisso social, político e constitucional sobre a garantia de direitos da criança e do adolescente.


Acesse abaixo o documento na íntegra.


Relatorio Fabrica de Cultura - FINAL
.pdf
Download PDF • 1.42MB

10 visualizações0 comentário